SOCORRO 24H 0800 601 4055

Área do associado
Lembrar senha

7 dicas de trânsito seguro

Todos os dias ocorrem acidentes em ruas e estradas brasileiras, desde situações mais simples até as mais graves. Alguns são, infelizmente, fatais. Apesar das mortes terem reduzido de 2010 a 2016, segundo dados divulgados em 2018, ainda foram registrados 37.345 óbitos no último ano analisado. Isso significa que todos — motoristas e pedestres — precisam trabalhar para um trânsito seguro.

Apesar de todo mundo saber disso, a correria da rotina, a pressa, a desatenção e a imprudência tendem a gerar imprevistos, que podem até ocasionar a morte de uma pessoa. Então, o que fazer? Primeiro, é preciso adotar a direção defensiva, prática recomendada para todos os motoristas, com o propósito de evitar os acidentes derivados de falhas humanas.

Dentro desse escopo, existem várias medidas a serem utilizadas. Neste post listamos 7 dicas principais. Veja!

 

1. Siga as sinalizações

Já aconteceu de você passar em um sinal vermelho por desatenção? Ou de ignorar uma placa sem querer? Essas situações são corriqueiras e causam acidentes com frequência.

Por mais que você sempre passe pelo local, atente às sinalizações. Quando não conhecer a rua ou a estrada, fique ainda mais alerta. Apesar de ser comum um motorista ignorar os recados ou até desconhecer o sinal que está na placa, esses avisos são fundamentais.

Caso você tenha dúvidas, pesquise sobre as sinalizações e informe-se. Essa é uma maneira eficiente de se precaver e evitar problemas enquanto dirige.

 

2. Dirija de forma confortável

Um trânsito seguro depende diretamente da sua capacidade de direção. Isso significa estar em plenas condições de controle motor, sem sono e com plena capacidade de atenção. Uma pessoa embriagada, por exemplo, terá seus reflexos prejudicados. Assim, a chance de ocorrer um acidente é maior.

O mesmo problema acontece quando o banco está muito alto ou baixo, os pedais estão difíceis de alcançar etc. O motorista precisa ficar bem confortável, mesmo que o trajeto que fará seja curto.

Além de evitar multas e a aplicação de pontos na carteira, dirigir de forma confortável ainda facilita a condução e a torna mais agradável, a fim de impedir o surgimento de problemas. Lembre-se que, por mais que queira ficar à vontade, é imprescindível cuidar da segurança.

Portanto, nada de dirigir de chinelos! Essa prática é proibida pelo Código de Trânsito, porque o calçado pode sair do pé ou enroscar no pedal e, assim, causar um acidente. Nesse caso, opte por ficar descalço enquanto estiver como motorista.

 

3. Deixe o celular de lado

Uma das situações mais comuns é encontrar motoristas ao celular. Evite fazer isso, ainda que o veículo esteja parado no semáforo. Por maior que seja sua curiosidade, opte por ver as mensagens somente depois de terminar de dirigir.

Caso ignore essa recomendação, você pode receber multas, inclusive se o veículo estiver em um engarrafamento ou semáforo — é o que está na legislação. Além disso, se você iniciar uma conversa enquanto espera o sinal ficar verde, terá que interromper o papo. Nesse caso, a curiosidade de ver a resposta pode distrair sua atenção.

4. Mantenha a distância para um trânsito seguro

Você costuma ficar colado ao veículo da frente? Está errado! Por mais que não exista a aplicação de multas nesse caso, a distância é recomendada para evitar situações imprevisíveis e ter tempo para reagir diante de algum risco.

O espaço maior fornece tempo para manobras e garante que seu veículo será freado e terá tempo de parar, caso algum problema ocorra com o automóvel que está à frente. Portanto, essa é uma regra básica para dirigir com responsabilidade.

5. Faça manutenções no veículo

Muitos motoristas apenas saem com o carro, sem se preocupar se ele está em dia com as revisões, o óleo, o combustível e outros itens fundamentais para seu funcionamento. Essa postura gera gastos excessivos com os consertos urgentes, além de também ocasionarem acidentes.

Portanto, o ideal é fazer as manutenções periódica e preventiva. As duas verificam possíveis desgastes do veículo e impedem problemas maiores. Entre os itens analisados estão o nível de água no radiador, pressão dos pneus, nível de óleo no motor e no freio, funcionamento de faróis e lanternas etc.

 

6. Saia de casa preparado

O trajeto que você fará é novo? Obtenha informações do endereço e das ruas pelas quais precisará passar pelo GPS. É um caminho comum? Mantenha a calma e evite o estresse.

De qualquer forma, esteja preparado para o trânsito. Lembre-se de sair com tudo que precisa (inclusive documentos) e saiba para onde deseja ir. Assim, você presta atenção naquilo que está fazendo e não atrapalha os outros veículos que estão na via.

 

7. Cuide da segurança

Na hora de dirigir, é obrigatório o motorista adotar algumas medidas de segurança, como usar o cinto em todas as pessoas que estão no carro, mesmo que estejam no banco de trás.

Outra recomendação é usar o bebê conforto ou a cadeirinha para crianças e nunca as deixar ir no banco da frente.

Mais que isso, sempre tenha uma proteção veicular. Assim, em qualquer caso de acidente, você tem a garantia de que estará preservado. Afinal, com esse recurso, você conta com assistência 24 horas e tem diferentes coberturas, como proteção de vidros, carro reserva, rastreamento e monitoramento etc. — tudo isso a preço baixo, quando comparado a um seguro.

Todas essas 7 dicas ajudam a manter um trânsito seguro. Perceba que tudo depende de você e também das outras pessoas. Mas quando essas regras são seguidas, a chance de um imprevisto surgir é menor.

E você, segue todas as recomendações? Contribui para manter o trânsito seguro na sua cidade? Conta pra gente deixando seu comentário!