SOCORRO 24H 0800 601 4055

Área do associado
Lembrar senha

Brasil é premiado por ações no trânsito

A redução das mortes e acidentes de trânsito é uma luta constante. Embora ainda haja um grande número de ocorrências deste tipo, já temos o que comemorar. As ações no trânsito promovidas pelo Brasil foram premiadas, no último dia 23 em Nova York, com o Prêmio da Força Tarefa Interagências da Organização das Nações Unidas – ONU. A honraria vem em resposta às representativas quedas nas taxas de mortes em acidentes de trânsito registradas no país.

O prêmio é, segundo o governo, o reconhecimento à colaboração do Brasil para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – ODSs, que foram estabelecidos em 2015, com planos de ação em diferentes áreas, a serem executados até 2030.

Além de premiar as ações no trânsito, o prêmio da ONU também agraciou as ações do governo brasileiro no combate ao tabagismo. Houve uma queda de 40% na taxa de fumantes no Brasil, nos últimos doze anos.

Ações no trânsito salvam vidas

A premiação da ONU é um reconhecimento às políticas públicas e ações no trânsito desenvolvidas no Brasil. Assim, a escolha do Brasil pela ONU foi baseada em resultados positivos apresentados pelo país. Entre 2010 e 2017 foi registrada uma diminuição de 17,4 % no número de mortos em acidentes. O número de vítimas fatais passou de 42.844 para 35.374.

Mas é importante destacar que mesmo com números animadores ainda há muito o que ser feito. Direção segura, prudência e fiscalização são fatores primordiais para garantir que estas taxas continuem diminuindo.

Programa Vida no trânsito

O programa Vida no Trânsito, criado em 2010, também foi agraciado pelo prêmio oferecido pela Organização das Nações Unidas. A principal meta desta ação é reduzir em 50% o número de óbitos em acidentes de trânsito até o ano de 2020.

Assim, são desenvolvidas e aplicadas diversas ações no trânsito. A fim de atingir seus objetivos, o Ministério de Saúde, em parceria com Estados e Municípios, executa diversas atividades, por exemplo, intervenções na engenharia do trânsito, fiscalizações, campanhas educativas e ações de atenção às vitimas de acidentes.

Implantado em 26 capitais e em outros 26 municípios, o programa Vida no Trânsito abrange uma população de aproximadamente 50,6 milhões de habitantes e segue auxiliando os governos municipal, estadual e federal na adoção de medidas de prevenção de acidentes e redução de óbitos no trânsito.

As cidades que mais se engajaram na execução do programa apresentaram redução superior a 40%, dentre elas:

  • Aracaju, com redução de 55,8%.
  • Porto Velho – 52%
  • São Paulo – 46,7%
  • Belo Horizonte – 44, 7%
  • Salvador – 42,7%
  • Maceió – 41,9%

Índices melhoram, mas ações no trânsito devem continuar

Embora os indicativos mostrem redução nas mortes em acidentes de trânsito, ainda há muito o que ser feito para melhorar a segurança no trânsito no Brasil.

De acordo com relatório publicado pelo Conselho Federal de Medicina, CFM, a cada uma hora, cinco pessoas morrem vítimas de acidentes de trânsito no Brasil.

Ainda segundo o Conselho, um balanço feito separadamente, revela que houveram cerca de 1,6 milhões de feridos em acidentes nos últimos 10 anos. A saber, este número de acidentes custou quase três bilhões de reais ao Serviço único de Saúde, o SUS. As informações são do portal G1.

Além disso, conforme dados obtidos pelo jornal O Globo, por meio da Lei de Acesso à Informação, após o desligamento dos radares nas rodovias federais, os acidentes graves registraram um leve aumento. A taxa de acidentes com mortos ou feridos tiveram uma alta de 2% entre janeiro e julho deste ano.

Sobre o perfil dos acidentados dos últimos dez anos, ainda conforme o CFM, quase 80% das vítimas era do sexo masculino. Em relação à faixa etária, 60% dos casos envolveram pessoas com idade entre 15 e 39 anos.

Dicas para aumentar a segurança no trânsito

Além das ações no trânsito já vigentes, existem outras formas de se evitar acidentes nas ruas, vias e estradas brasileiras. Lembrando que todas tem a mesma base: prudência. Seja responsável com a sua vida e a dos outros, e faça uma viagem tranquila!

  • Primeira regra de ouro: use o cinto de segurança, sempre! Pessoas sem cinto geralmente são arremessadas em casos de acidentes. Segundo alguns dados, tem cinco vezes mais chances de morrer do que quem não é ejetado.
  • Respeite os limites de velocidade.
  • Mantenha a distância de segurança com o veículo da frente.
  • Nunca use o celular quando estiver ao volante. A distração ao falar, ver redes sociais ou enviar uma mensagem aumenta em 400% a chance de acidentes.
  • Faça manutenção preventiva do veículo.
  • Nunca assuma ou volante esteja sob o efeito de álcool. O álcool altera os reflexos, concentra e diminui a coordenação motora.
  • Esteja sempre atenta à sinalização e ao uso das luzes

Se cada um fizer sua parte, o trânsito será mais seguro para todos! E para aumentar a segurança, conheça como vantagens da proteção veicular para seu carro. Entre em contato com o Lions e faça uma cotação.

 

Fique por dentro de todas as informações da Lions pelas nossas redes sociais: Facebook e Instagram.